As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti não param em diversos bairros de Santa Bárbara d’Oeste. Dentre os serviços realizados, a Prefeitura segue com a nebulização por meio de equipamento veicular nos bairros São Francisco 2 e Santa Rita. Em caso de mau tempo, a ação é transferida para o dia seguinte.

Nos próximos dias o serviço está programado nos bairros Jardim Esmeralda, Planalto do Sol e Jardim Europa, sempre após as 18 horas. Na última semana a iniciativa foi realizada em toda a região do Mollon, além da Vila Pântano e Jardim Gerivá.

A ação é complementar ao trabalho de nebulização costal, ocasião em que os agentes visitam as residências com equipamentos. O nebulizador UBV (Ultra-Baixo Volume) é utilizado para ação de bloqueio e nebulização da transmissão viral (arboviroses transmitidas pelos mosquitos Aedes), com objetivo de eliminar mosquitos fêmeas adultos possivelmente contaminados, em área que tenha casos confirmados de Dengue, Zika ou Chikungunya.

Prevenção

Além das ações realizadas pela Prefeitura, é fundamental que o cidadão tenha alguns cuidados para evitar a proliferação do mosquito, entre eles:

  • Utilizar tampas e telas para vedar baldes e tambores de armazenamento de água;
  • Armazenar objetos em local coberto, ou descartar, de forma adequada, o material que não vai mais utilizar. O Município dispõe de Ecopontos e do serviço de coleta de resíduos regular;
  • Limpar as calhas e caixas d’água;
  • Não armazenar pneus e garrafas em local descoberto;
  • Não deixar plantas na água, utilizando sempre vasos com terra;
  • Verificar a drenagem dos vasos de planta, para que não acumulem água;
  • Não utilizar pratinhos embaixo dos vasos;
  • Evitar bromélias, em centros urbanos, pois elas também servem como criadouro de Aedes aegypti;
  • Usar telas nas caixas d’água;
  • Limpar e fazer o tratamento adequado nas piscinas.

Em caso de sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, manchas vermelhas e dores no corpo, o cidadão deve procurar pela unidade de saúde mais próxima de casa e não se automedicar – já que alguns medicamentos podem agravar o quadro.

Para mais informações, deve entrar em contato com a Divisão de Controle de Vetores do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) pelo telefone (19) 3463-8099 ou através do e-mail: ccz.saude@santabarbara.sp.gov.br.

Fique sempre informado(a)! Siga nossas redes sociais https://linktr.ee/patrulheiroevangelista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui